Doenças


Mosca Volante

 

Alguns pacientes se queixam de pequenas manchas no seu campo de visão, elas se movem e por isso receberam o apelido de moscas volantes. Estas manchas são resíduos que flutuam no líquido (gel) existente dentro do olho, o corpo vítreo. Este gel está em contato com a retina.

 

Com o deslocamento do gel vítreo algumas pequenas partículas ou sangue podem se desprender, passando a flutuar no vítreo do paciente. Este é um processo natural de envelhecimento, mas também pode ocorrer em pessoas com miopia; que sofreram algum trauma ou inflamação na parte posterior do olho.

 

O paciente deve se preocupar quando há um grande aumento na incidência das “moscas volantes”; pois isso pode ser um sinal de ruptura ou descolamento de retina.

 

Neste caso o paciente deve procurar o oftalmologista para que um exame detalhade seja realizado. O tratamento poderá ser feito dentro do próprio consultório médico com a utilização de lasers.

 

Além das “moscas volantes”, outro sintoma que também pode ocorrer no caso do gel vítreo tracionar (puxar) demasiadamente a retina - o que é causa de descolamento - é o flash luminoso.  Algumas pessoas dizem perceber uma chuva luminosa na periferia da visão. Este sintoma também pode ser um indicativo de ruptura retiniana.

 

Quando o paciente perceber aumento do número de “moscas” e a ocorrência de flashes luminosos deve, imediatamente, consultar seu médico, para que o tratamento adequado seja feito e assim prevenir o descolamento de retina.

 

 

28 3522-3799 / 28 3522-3557 / 28 3522-8111

Rua Dr. José Paes Barreto, 10 - Centro - Térreo
CEP 29300-045 - Cachoeiro de Itapemirim - ES

Cemes Olhos

 

© 2017 CEMES - Centro Médido Especializado. Todos os direitos reservados.